RSS
Facebook
Twitter

Seguidores

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Em Busca de Energia

A energia flui tão facilmente em nosso cotidiano que nós quase não a notamos. Toda vez que alguém dirige um carro, toma um banho quente, acende uma lâmpada ou assiste à TV, utiliza a energia que cruza o mundo inteiro. E mais: tudo o que você usa, incluindo os alimentos que come e as roupas que veste, precisou de bastante energia para ser produzido e chegar até você.


CARVÃO
Queimamos carvão para obter calor ou, em usinas eletrônicas, para colocar em funcionamento turbinas que geram eletricidade.
QUANTO AINDA RESTA?
Ainda existe carvão suficiente para fornecer energia ao mundo todo por mais de mil anos. Países em desenvolvimento como a China e Índia usam muito esse tipo de combustível e agora mesmo estão bastante ocupados construindo novas usinas elétricas movidas a carvão.
PETRÓLEO
Grandes reservas de petróleo foram descobertas no início do século 20. Por ser líquido, o petróleo é mais fácil de manejar do que o carvão. Ele pode ser refinado e produzir combustíveis como a gasolina e o óleo diesel para movimentar carros, aviões e sistemas de aquecimento. Ele entra ainda na fabricação de produtos como plástico, remédios e sabões.
QUANTO AINDA RESTA?
Alguns especialistas acreditam que exista petróleo o suficiente no subsolo para gerar energia para o mundo inteiro até o fim deste século. Outros acham que a extração de petróleo está próxima de seu pico e deve começar a cair em breve.
GÁS NATURAL
O gás natural é o metano extraído de camadas do solo que fica logo acima das reservas de petróleo. Ele foi o último combustível fóssil a ser explorado e era muito utilizado nas décadas de 1930 e 1940. Como o carvão, é queimado para gerar calor ou eletricidade.
QUANTO AINDA RESTA?
Os especialistas acreditam que as reservas devem durar até o final deste século. Depois disso a extração desse combustível deve ficar muito cara e difícil.
Até cerca de 150 anos atrás, o homem queimava madeira para conseguir calor e cozinhar e usava a força animal para mover coisas. Mas, desde que os combustíveis fósseis se tornaram acessíveis, o mundo passou a consumir cada vez mais energia.
ENERGIA NUCLEAR
Os reatores nucleares geram eletricidade usando a energia que existe no interior dos átomos. Para isso os átomos de urânio são divididos, liberando massas de energia. A primeira usina atômica entrou em funcionamento nos Estados Unidos em 1960. Hoje, há 435 espalhadas pelo mundo – duas delas ficam em Angra dos Reis, no Brasil. Alguns países dependem mais de energia nuclear do que outros – esse tipo de usina gera metade da eletricidade da Suécia e 78% daquela que os franceses usam.
ENERGIA RENOVÁVEL
Diferentemente dos combustíveis fósseis, as fontes de energia renováveis nunca acabarão. Entre as fontes naturais que podem gerar eletricidade ou combustível estão a luz solar (coletada em painéis especiais), o vento (que impulsiona turbinas, como na foto abaixo), a água (a força de rios e cachoeiras move usinas hidrelétricas), as ondas do mar e o calor da Terra preso no subsolo.

Fonte: Livro - Enciclopédia da Ecologia, Editora Abril.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

GEOMAP

Usuários OnLine