RSS
Facebook
Twitter

Seguidores

segunda-feira, 9 de abril de 2012

O Panda Gigante

Fonte: Livro - Enciclopédia da Ecologia, Editora Abril.
  

Os pandas-gigantes vivem nas florestas de montanha no oeste da china, próximo ao Tibete. Eles gostam dessa floresta porque é onde cresce a sua comida preferida: O bambu. (Os pandas são diferentes da maioria dos outros ursos, que comem carne.) Os bambus crescem com incrível abundância nessa região, o que é ótimo, pois os pandas comem muito. Com os brotos dessa planta não fornecem tanta energia, os ursos precisam consumir pelo menos 8 quilos de bambu todo dia – na verdade, eles quase não têm tempo para fazer outras coisas além de comer.
Um dos motivos que fazem a população de pandas ser tão pequena (restam apenas uns poucos milhares) é que os bambuzais morrem espontaneamente a cada 40 ou 60 anos. Além disso, infelizmente, muitas florestas de montanhas foram derrubadas e sobraram poucas áreas com bambus- sem eles, os pandas não podem sobreviver.

China
Além de manter os pandas em reservas especiais, os cientistas monitorando os pandas no ambiente selvagem, mapeando seus habitats e tentando entender seus hábitos de acasalamento para ajuda-los a procriar mais facilmente.

Embora os pandas sejam ursos bem grandes, os seus filhotes são incrivelmente pequenos. Quando nascem, eles têm comprimento de um lápis, a pele cor-de-rosa e só um pouco de pelo branco.
 

Sem ter para onde ir
A destruição das florestas chinesas (tradicionalmente para plantar arroz e, recentemente, para fornecer combustível) reduziu drasticamente a população de pandas. Nos últimos anos, o governo chinês adotou medidas importantes para preservá-los, entre as quais destacam-se: proteção às florestas contra a extração de madeira, aprovação de leis contra a caça e o comércio ilegal de peles de panda e criação de áreas especiais onde os pandas podem viver e se reproduzir em segurança.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

GEOMAP

Usuários OnLine